Petrópolis Convention e Visitors Bureau

Urban Hacking será realizado pela primeira vez em Petrópolis

05/03/2018

Evento será realizado dia 15 de março com ações de lazer, cultura, economia criativa e entretenimento 

Petrópolis será a primeira cidade do pais a receber o Urban Hacking promovido pelo Sebrae/RJ como parte da primeira ação do Projeto Destino Turísticos Inteligentes (DTI), lançado pela instituição em agosto do ano passado. Em tradução livre, a ação propõe ocupar espaços públicos, no caso a Rua 16 de Março, promovendo uma interação da população e dos visitantes com os negócios em funcionamento no local, por meio de ações de lazer, cultura, economia criativa e entretenimento. Em sua maioria, os espaços públicos são locais históricos transformados, seja para manter sua atividade original ou para adquirir um novo significado.  O Urban Hacking  de Petrópolis vai acontecer no dia 15 de março, aproveitando as comemorações pelo aniversário da cidade.

Na programação estão previstas atividades gratuitas nas áreas de música, teatro, história e gastronomia, a partir das 9h30min até às 20h. O Urban Hacking  tem o apoio do Petrópolis Convention & Visitors Bureau (PC&VB), da Prefeitura de Petrópolis, através da TurisPetro e da Setur, do Comtur e da TurisRio, além de parceria com o Projeto Rua 16.

A coordenadora Regional do Sebrae/RJ em Petrópolis, Cláudia Pacheco, destaca que o Urban Hacking  será realizado em um momento muito especial para a cidade e também para o projeto do Sebrae, já que os destinos inteligentes, como Petrópolis, aumentam a percepção de valor, tanto dos turistas quando da população local. “O papel do Sebrae é fomentar e articular junto às lideranças locais, ações que possam melhorar o ambiente de negócios das pequenas empresas. O projeto DTI é mais uma ação neste sentido, colocando a inovação tecnológica como diferencial competitivo”, ressaltou.

Destinos Turísticos Inteligentes

O projeto Destinos Turísticos Inteligentes é realizado em diversas regiões do estado. É uma proposta do Sebrae para oferecer ao visitante a melhor experiência turística, promovendo a interação do turista com o destino, por meio de tecnologias inovadoras, governança  e sustentabilidade. Dois aplicativos desenvolvidos pelo Sebrae, o Tour da Experiência – Caminhos do Brasil Imperial, e Embaixadores dos Parques Nacionais, também são aliados dos empresários na divulgação dos destinos.

Iniciado em agosto do ano passado, o projeto é desenvolvido em etapas e desde então já promoveu oficinas de capacitação e de gestão. A realização do Urban Hacking, é o primeiro evento previsto pelo projeto, de uma série de outros que ainda serão programados. Também serão promovidas outras oficinas e workshops ao longo do próximo ano, a fim de capacitar os participantes para que possam oferecer estruturas turísticas diferenciadas e assim facilitar a interação e a integração do visitante antes, durante e depois da viagem.

Segundo a analista do Sebrae/RJ, Raíza Rampini, o Projeto DTI tem o objetivo de promover o desenvolvimento de inovações no turismo e a participação qualificada das lideranças empresariais nas governanças do setor, além de um ambiente de negócios favorável aos pequenos negócios de turismo. Para ser considerado destino inteligente, é preciso ter um espaço turístico inovador e dispor de tecnologia de ponta, ser focado no desenvolvimento sustentável e saber gerir os recursos de forma eficiente. Com isso, esses locais garantem mais competitividade ao setor e possibilitam experiências de qualidade aos turistas, porque além de integrados, também são interativos.


Comentários

siga-nos em nossas mídias sociais