PCVB

Version in English I

Blog

voltar

Uma breve história do voo livre em Petrópolis

06/09/2017

Em 07 de setembro de 1974, o primeiro piloto brasileiro, Luiz Cláudio Mattos, decolou do Pico ao lado da Pedra Bonita no Rio de Janeiro. Era o primeiro brasileiro a voar com o aparelho nos ares. Em um movimento ascendente do Voo Livre em Petrópolis, outro petropolitano fez  história na década de 80. Fernando Morelli, acompanhado de ícones do esporte, como Pepê, Paulo Platino, Fabio Donato D’Angelo (também petropolitano), Beto Dourado, Octávio Fiaes, Haroldo Castro Neves, Geraldo Nobre, mostraram que não vieram para brincar, mas sim para competir. Diante do espetáculo das manobras que aconteciam por sob o céu petropolitano, a Prefeitura acreditou e patrocinou a construção da Rampa do Parque São Vicente, que foi palco do Campeonato Estadual de Voo livre nos dias 25,26 e 27 de agosto de 1983. 
O esporte não parava dê crescer e do outro lado outros pilotos pensavam na criação de um clube e de um curso que pudesse levar a oportunidade do aprendizado para os petropolitanos. Na época os cursos eram oferecidos no Rio de Janeiro. Então em 1984 foi criado o IMPERIAL VOO CLUBE, que tinha como principal objetivo, estabelecer normas de segurança e formar novos adeptos. Em parceria com o Colégio São José, que cedeu salas para as aulas teóricas, o lmperial Voo Clube, teve seus primeiros alunos. Nem todo mundo conseguiu sucesso, porque mais tarde constatou-se que nem todos armazenavam nas veias a vocação para o voo. Mas a título de exemplo, de como o Voo Livre movimentou a cidade.

O Petrópolis voo Clube desde 1991 veio se empenhando em melhorar e ampliar horizontes em todas as direções. Construiu a rampa da Siméria e recebeu ajuda da Prefeitura para construção da Sede; construiu as rampas do Morin e sempre que possível faz a manutenção da área; 
Saiba um pouco mais sobre as rampas de Petrópolis destinadas a prática desse esporte.

·RAMPA DO ALTO DO MORIN
Endereço:R. Oswaldo de Barros - Morin, Petrópolis – RJ
Funcionamento: 8h às 18h
Altitude: 1450 metros
Desnível: 1420 metros
Acesso: A 8 km do centro de Petrópolis, acesso pelo bairro de Alto da Serra.Estrada pavimentada, porém ingrime, até a rampa.
Decolagem: Rampa de concreto para asa e natural para parapente.
Pouso: Distante, tendo que sobrevoar a rampa de Siméria, pouso oficial no distrito de Fragoso (mesmo pouso da rampa de Siméria).
Melhor Época: De dezembro à março.
Clube Responsável: PVC. Contato: Flavinho, tel.: (24) 9257-2557.
Prós: Térmicas fortes, grande desnível e belíssimo visual.
Contras: O pouso é um pouco distante para parapentes, vôo de 5 km. Desaconselhável para pilotos inexperientes.

·RAMPA DO PARQUE SÃO VICENTE
Endereço:R. Paula Buarque - Vila Sao Luis, Petrópolis - RJ
Funcionamento: 8h às 18h
Altitude: 930 metros
Desnível: 857 metros
Acesso: A uma hora do Rio pela rodovia Rio-Petrópolis, segunda entrada à esquerda depois da entrada de Petrópolis (Restaurante do Alemão), placa Km 84. Siga para o bairro Parque São Vicente, aproximadamente 1 km da estrada.
Decolagem: Duas rampas de concreto.Pouso: Oficial em Xerém. Pousos alternativos perto do Belvedere na estrada de descida da serra em direção ao Rio.Melhor Época: De setembro a janeiro;
Clube Responsável: PVC. Contato: Flavinho, tel.: (24) 9257-2557.
Prós: Possibilidade de vôo de XC, térmicas amplas e belo visual.Contras: Não recomendado para pilotos com pouca experiência devido à pouca quantidade de pousos, e pelo fato de serem pequenos. A decolagem para pilotos de parapente exige alguma técnica.

·RAMPA DA SIMÉRIA
Endereço:R. Manoel Francisco de Paula, 810 - Simeria, Petrópolis - RJ
Funcionamento: 8h às 18h
Altitude: 900 metros
Desnível: 850 metros
Acesso: Distante 66 km do Rio de Janeiro e a 10 minutos do centro de Petrópolis em direção ao bairro da Siméria, em estrada calçada até a rampa.Decolagem: Rampa de madeira para asa e natural para parapente.Pouso: Na vila de Fragoso. O resgate é feito pela antiga estrada Rio-Petrópolis, a 18 km da rampa de decolagem.Melhor Época: De setembro à dezembro;
Clube Responsável: PVC. Contato: Flavinho, tel.: (24) 9257-2557.
Prós: Belo visual e boas térmicas.Contras: O pouso é um pouco longe para parapente; vôo de 5 km.

Neste final de semana, Petrópolis irá receber mais uma etapa da Copa Rio de voo livre, no Parque são Vicente. Estarão participando mais de 40 atletas. O evento irá começar às 13h no dia 09/09 (sábado) e 10/09 (domingo). Além da bela paisagem, vale a pena admirar o desempenho desses atletas.

Fonte: https://petropolisvooclube.com.br/
 http://www.guia4ventos.com.br/

Comentários